Fitness & Bem-estar

Açores: Termas de Ferraria reabrem em agosto

A zona termal da Ferraria, situada na ilha de S. Miguel, Açores, abandonada durante muitos anos, foi requalificada no quadro de um programa lançado pelo governo regional para promover o turismo de saúde no arquipélago. As instalações serão abertas ao
Versão para impressão
A zona termal da Ferraria, situada na ilha de S. Miguel, Açores, abandonada durante muitos anos, foi requalificada no quadro de um programa lançado pelo governo regional para promover o turismo de saúde no arquipélago. As instalações serão abertas ao público no final deste mês.

A traça original do edifício foi preservada, mas o equipamento foi renovado, num investimento de quatro milhões de euros. Assim foi criado um moderno SPA Termal, que concilia o conceito tradicional de termas com fins terapêuticos e medicinais a uma vertente mais moderna de turismo termal e de técnicas de fisioterapia.

Em junho, aquando da inauguração oficial do espaço, o presidente do executivo açoriano, Carlos César, apresentou as novas instalações como “uma referência da qualidade que se pretende transmitir ao destino Açores, reforçando o acolhimento na componente turística da saúde e bem-estar”, cita a agência Lusa.

As Termas da Ferraria datam de meados do século XX, mas as qualidades da sua água já eram referidas quatro séculos antes por Gaspar Frutuoso na obra “Saudades da Terra”.

Consideradas um caso único no mundo, devido à existência de água salgada termal com um teor de enxofre muito elevado, as águas da Ferraria, além de curarem problemas de reumatismo e nevrites, são também usadas para tratar de doenças do foro gástrico.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório