Ambiente

Açores: Projeto pioneiro protege zonas de nidificação

NULL
Versão para impressão

A ilha do Corvo, nos Açores, vai receber um projeto pioneiro na Europa que envolve a construção de uma vedação contra predadores para proteger as zonas de nidificação, criando uma área reservada única no hemisfério Norte. A vedação está a ser instalada na Reserva Biológica de Baixa Altitude, na zona da Ponta do Topo.

A barreira – para impedir a entrada de predadores, como gatos e ratos – será construída em rede e vai abranger uma área de três hectares.

“Acreditamos que o índice de nidificação na zona que vai ficar reservada será muito superior ao do restante território da ilha do Corvo ou mesmo ao do restante território do arquipélago dos Açores”, disse Frederico Cardigos, diretor regional dos Assuntos do Mar, à Lusa.

Esta iniciativa está integrada no projeto Ilhas Santuário para Aves Marinhas, financiado pelo Programa LIFE+ da Comissão Europeia. A coordenação do projeto está a cargo da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) e do Governo dos Açores, envolvendo ainda a Royal Society for the Protection of Birds e a Câmara Municipal do Corvo.

A vedação tem características próprias e é pioneira no mercado europeu. A instalação está a cargo de uma empresa da Nova Zelândia e está orçamentada em 150 mil euros.

A vigia com dispositivos fotográficos

Quando a construção da vedação estiver finalizada, a reserva de nidificação será monitorizada diariamente pelos técnicos do projeto que vão contar com a ajuda de dispositivos de fotografia automática para identificação dos intrusos no local.

Através da colocação de dispositivos de captura, é possível “erradicar os felinos e os roedores do espaço”.

Clique AQUI para conhecer o projecto Ilhas Santuário para Aves Marinhas.
 
[Notícia sugerida por Vitor Fernandes e Teresa Teixeira]

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório