Ambiente

Abate ilegal de árvores caiu entre 50 a 75%

O abate ilegal de árvores caiu entre 50 a 75 por cento, nos últimos 10 anos, nos países mais atingidos por este comércio, como os Camarões, o Brasil e a Indonésia, revela um estudo do The Royal Institute of International Affairs (RIIA).
Versão para impressão
O abate ilegal de árvores caiu entre 50 a 75 por cento, nos últimos 10 anos, nos países mais atingidos por este comércio, como os Camarões, o Brasil e a Indonésia, revela um estudo do The Royal Institute of International Affairs (RIIA).

O estudo indica ainda que a importação de madeira ilegal pelos países mais industrializados também sofreu uma quebra na ordem dos 30 por cento, desde 2004.

Este estudo do instituto britânico envolveu doze países produtores, consumidores e processadores de madeira, tento demonstrado que as iniciativas desenvolvidas pelos governos, a sociedade civil e o sector privado contra o abate ilegal de árvores, ao longo dos últimos anos, têm tido um impacto positivo.

Como resultado dessas iniciativas, o instituto estima de mais de 17 milhões de hectares de floresta foram protegidos da devastação e foram evitadas pelo menos 1.2 mil milhões de emissões de dióxido de carbono.

No entanto, o combate ao abate ilegal de árvores continua a exigir uma severa vigilância por parte dos governos, alerta o instituto. O Japão e a China são algumas das nações cujas medidas governamentais ainda não contemplam a proibição da importação ou venda de madeira ilegal, segundo o RIIA.

[Notícia sugerida por Rita Santos]

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório