Fitness & Bem-estar

“À Procura de Diana” é uma campanha publicitária

Como já muitos dos nossos leitores devem saber, a história divulgada no Boas Notícias sobre um jovem que dizia andar à procura de uma rapariga que tinha conhecido na manifestação de dia 15 de Setembro, não é verídica tratando-se apenas de uma campanh
Versão para impressão
Como já muitos dos nossos leitores devem saber, a história divulgada no Boas Notícias sobre um jovem que dizia andar à procura de uma rapariga que tinha conhecido na manifestação de dia 15 de Setembro, não é verídica tratando-se apenas de uma campanha de uma marca de perfumes. Embora esta não seja uma Boa Notícia, deixamos aqui a retificação da informação.

A empresa contratou um jovem português – que surgiu a público sob o nome de Ricardo – para dar a cara e, inclusive, falar com diversos meios de comunicação, como sendo um jovem apaixonado em busca de uma loira francesa por quem se teria apaixonado à primeira vista.

O suposto Ricardo criou mesmo uma página no Facebook, “À procura de Diana”, que conquistou cerca de 30 mil seguidores em poucos dias. A história deste jovem supostamente apaixonado foi também divulgada por vários meios de comunicação, incluindo o Boas Notícias.

Esta semana, a marca de perfumes acabou por revelar que tudo não passou de uma história falsa, criada em torno de um novo perfume. No mural do Facebook de Diana, a marca deixou a seguinte mensagem: “Durante uma semana a magia desta história preencheu cada coração dando um novo fôlego e uma inspiração para as nossas vidas. Todos temos uma Diana ou um Ricardo dentro de nós”.

Campanha fere código publicitário

Mas o discurso não convenceu os portugueses que, sentindo-se enganados, estão a invadir o Facebook com milhares de mensagens de crítica e revolta. Já foi até criado um movimento online contra a marca que conta com quase 3.000 assinantes. 

Há, contudo, entre os comentários, quem defenda que se tratou de uma ideia de marketing original que conseguiu estimular o romantismo dos portugueses. Mas mesmo assim, a marca poderá ter que dar algumas explicações, até porque esta campanha fere algumas regras legais já que, segundo o Código Publicitário, uma campanha tem de ser identificada como tal.

Entretanto, o Boas Notícias noticiou recentemente a aventura de um dentista canadiano que atravessou o oceano Atlântico para tentar encontrar uma mulher por quem se apaixonou à primeira vista, quando estava de férias na Irlanda. Até ao momento, a história parece ser verdadeira e poderá servir de consolo aos milhares de portugueses que queriam acreditar num amor verdadeiro.  

Comentários

comentários

Etiquetas

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório