Em Destaque Sociedade

Mais de 80 refeições servidas a sem-abrigo no pavilhão da Graça

Além deste apoio, as equipas de rua da cidade estão a distribuir comida quente e agasalhos por equipas de rua.
Versão para impressão

Mais de 80 refeições foram servidas na segunda-feira à noite no pavilhão desportivo da Graça, onde a Câmara de Lisboa instalou um centro de acolhimento para sem-abrigo devido ao frio, disse o vereador da Educação e Direitos Sociais.

“A Câmara Municipal de Lisboa decidiu antecipar o plano de contingência porque temos temperaturas muito baixas, embora não tenhamos chegado aos três graus. No pavilhão que instalámos na Graça foram feitos 42 atendimentos (…), foram servidas 82 refeições e houve 16 pessoas que quiseram tomar banho”, afirmou.

O vereador disse também que foram igualmente entregues várias roupas e agasalhos e que foram feitos “quase 20 encaminhamentos para centros de acolhimentos para dormidas”.

“Houve várias equipas de técnicos na rua a distribuir informação e a transportar para o pavilhão da Graça quem necessitou e quis ir até ao pavilhão”, acrescentou.

Questionado pela Lusa sobre até quando a autarquia pretendia ter o centro instalado no pavilhão desportivo da Graça, Ricardo Robles disse que a Câmara vai manter a operação “enquanto as temperaturas se mantiverem baixas” e que a previsão do Instituto do Mar e da Atmosfera (IPMA) é que tal aconteça até ao final da semana.

“Essa é uma avaliação que vamos fazer todos os dias e manteremos o plano até ser necessário”, acrescentou.

O plano de contingência da Câmara de Lisboa para proteger os sem-abrigo do frio foi ativado às 19:00 de segunda-feira, com a abertura deste centro de apoio no pavilhão desportivo da Graça. Aqui há distribuição de roupa e agasalhos, refeições e a hipótese de quem quiser tomar ali banho.

Também as estações do Rossio, Saldanha, Oriente no Metropolitano de Lisboa d e Intendente estão abertas durante a noite para acolher esta população.

O plano de contingência da Câmara de Lisboa em relação ao frio é, normalmente, ativado quando se verificam temperaturas mínimas de três ou menos graus celsius por dois dias consecutivos, mas estes critérios podem ser alterados pela sensação térmica.

De acordo com as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), disponíveis no seu ‘site’, as temperaturas mínimas rondarão os cinco graus celsius na segunda-feira, passando para quatro na terça-feira e para três na quarta e quinta-feira.

Lusa

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub