Ambiente

30 milhões para combater incêndios florestais

Esta segunda feira, o secretário de Estado das Florestas afiançou que o orçamento para os meios de combate aos incêndios florestais não vai sofrer cortes. À agência Lusa, Rui Barreiro diz que as verbas foram reforçadas.
Versão para impressão
Esta segunda feira, o secretário de Estado das Florestas afiançou que o orçamento para os meios de combate aos incêndios florestais não vai sofrer cortes. À agência Lusa, Rui Barreiro diz que as verbas foram reforçadas.

“No caso da Agricultura, houve um reforço de verbas. Os incêndios são uma preocupação de todos. É possível, apesar dos problemas orçamentais, juntar os meios disponíveis dos vários ministérios”, disse  governante, à margem da inauguração oficial da feira Alimentaria Lisboa e a Horexpo, na Feira Internacional de Lisboa (FIL).

Ao todo, o Ministério da Agricultura conta com 30 milhões de euros para combater os fogos florestais. Metade desse montante destina-se a ações de prevenção e sensibilização; os restantes 15 milhões de euros serão canalizados através do fundo florestal permanente e destinam-se às equipas de sapadores florestais, “que foram reforçadas” para apoiar o Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB), na prevenção de incêndios nas áreas protegidas, e para a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC).

O secretário de Estado destacou ainda a importância da feira Alimentaria para o setor agro-alimentar, numa altura em que é essencial aumentar as exportações e diminuir as importações.

“É importante que em 2011 se mostre a vitalidade do sector agro-alimentar”, disse Rui Barreiro.

Comentários

comentários

Pub

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub