Em Destaque Negócios e Empreendorismo

15 milhões de euros para a implementação de um novo centro de investigação em Portugal

Implementação de um Centro de Investigação em Medicina Regenerativa e de Precisão
Versão para impressão
A União Europeia atribuiu um financiamento de 15 milhões de euros para a implementação de um Centro de Investigação em Medicina Regenerativa e de Precisão em Portugal até 2024.

O consórcio inclui o ITQB NOVA e CEDOC da Universidade NOVA de Lisboa, a Universidade do Minho, Universidade do Porto, Universidade de Aveiro, Universidade de Lisboa e o University College of London no Reino Unido.  O Centro de Medicina Regenerativa e de Precisão Discoveries foi lançado oficialmente no dia 5 de Fevereiro, em Londres.

A medicina regenerativa é uma área de investigação interdisciplinar que combina novas estratégias terapêuticas em contexto clínico para conseguir a regeneração de tecidos ou órgãos que foram lesados ou eliminados por doença ou acidente. Já a medicina de precisão é uma nova abordagem para tratamento e prevenção de doenças que considera a variabilidade entre pessoas, tornando cada doente único.

“O Discoveries Center nasceu graças ao conhecimento que estas instituições portuguesas já têm sobre a área, que foi considerado excepcional pela União Europeia. Queremos contribuir para o avanço do conhecimento científico nesta área da Medicina e o financiamento que nos foi dado vamos poder atrair os melhores cientistas e conseguir reter os mais produtivos”, segundo Paula Alves, coordenadora da participação do ITQB NOVA no consórcio. “Para Oeiras vamos trazer meio milhão de euros, que nos vai permitir contratar dois cientistas líderes de grupo e dar-lhes as melhores condições para trabalhar”.

Comentários

comentários

BN TV

O Boas Notícias está de volta!

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub