Em Destaque Sociedade

Mais de 1000 estágios em todo o país

Os jovens a frequentar o penúltimo e último ano de qualquer curso do ensino superior já se podem candidatar.
Versão para impressão
por redação

A Fundação da Juventude acaba de lançar mais uma edição do PEJENE – Programa de Estágios de Jovens Estudantes do Ensino Superior nas Empresas.

Entre formação de saúde, tecnologias, ensino, formação, ambiente, gestão ou áreas específicas, como antropologia ou bioquímica, existem cerca de 1000 vagas.

É possível fazer estágio em todo o país, a candidatura pode ser feita até quatro vagas e os estágios realizam-se entre julho e setembro de 2017, com atribuição de subsídio de alimentação, de transporte e seguro de acidente pessoais.

O Presidente Executivo da Fundação da Juventude, Ricardo Carvalho, diz que “na última edição do programa PEJENE a taxa de empregabilidade, verificada após a realização do estágio, foi de 19%, o que representa um acréscimo de 4% face a 2015. São resultados que se revelam bastante significativos, tendo em conta a conjuntura atual, em que existe uma grande dificuldade de empregabilidade por parte de jovens diplomados”.

Empresas procuram, cada vez mais, jovens com formação em áreas específicas

Ricardo carvalho acrescenta que “o feedback tem sido de tal forma positivo que muitas das empresas aguardam a abertura das candidaturas para lançar vagas e, muitas vezes, procederem ao recrutamento de estagiários e potenciais colaboradores. Acreditamos que muitas das vagas estão relacionadas com o “amadurecimento” do tecido empresarial e com a necessidade de fazer face a um mercado cada vez mais competitivo, no qual os jovens de elevada qualificação têm uma palavra a dizer e um contributo a dar. Muitos dos estágios estão relacionadas com áreas que começam agora a ser encaradas como prioritárias, como seja a comunicação, marketing, design ou tecnologias”, justifica, assim, os números de vagas existentes em cada uma das áreas.

Analisadas as vagas disponíveis, as áreas de formação que continuam a ser mais requisitadas pelas empresas são as relacionadas com Economia, Finanças e Gestão de Empresas (13%), Comunicação Publicidade e Marketing (19%), apoio administrativo e Secretariado (10%) e Informática e Tecnologias (9%). Segundo a Fundação da Juventude são estas algumas das áreas nas quais as empresas tendem a investir para se tornarem mais competitivas e para se afirmarem no mercado. Nesta edição de 2017 houve mesmo um acréscimo de mais de 100% em áreas como Relações Internacionais e Arqueologia.

Lisboa, Porto, Aveiro e Leiria continuam a concentrar grande parte da oferta de estágios

Lisboa, Leiria e porto continuam a ter grande parte das vagas disponíveis. Em Santarém e Beja houve um crescimento significativo das ofertas de estágios. Os Açores encontram-se agora com 13 ofertas disponíveis, na edição anterior não tinham apresentado nenhuma.

Comentários

comentários

Pub

Aid Global

Live Facebook

Correio do Leitor

Subscreva a nossa Newsletter!

Receba notícias atualizadas no seu email!
* obrigatório

Pub